BMW i8: próxima geração será de elétricos

As grandes marcas de carros no mundo inteiro estão fazendo uma transição agressiva para os veículos elétricos. Os principais modelos do mercado estão ganhando versões elétricas ou, pelo menos, híbridas. O mesmo acontecerá com o BMW i8.

O veículo, que já é um híbrido da BMW na tentativa da empresa de sair da imagem negativa causada pelo “Dieselgate”, se tornará totalmente eletrificado nas suas próximas versões.

Quer saber mais sobre o assunto? Veja a seguir!

O que sabemos sobre a nova versão do BMW i8?

Por enquanto, o BMW i8 ainda não está pronto para receber uma nova versão.

Segundo Klaus Fröhlich, chefe de desenvolvimento da BMW, o veículo está sendo planejado para ser lançado em 2023.

A janela pode parecer grande, mas a ideia da BMW é realmente ter tempo para desenvolver uma versão interessante do BMW i8 para colocar ao mercado.

Uma das novidades que o veículo deve ter é ser 100% eletrificado, já que a empresa aposta em mais carros do tipo no seu portfólio de produtos nos próximos anos.

Para isso, a BMW estaria montando um projeto conjunto com um carro de Fórmula E. A ideia seria desenvolver um carro esportivo 100% eletrificado para competir na Fórmula E e, então, usar essa tecnologia para incrementar a posição do BMW i8 e criar um carro com DNA de corrida realmente.

Com a tecnologia atual, já seria possível criar um veículo que satisfaça esses requisitos da BMW.

Carros como o Audi-etron SUV, Jaguar I-Pace ou Mercedes EQC, por exemplo, usam motores da Siemens e baterias da Samsung para conseguir uma potência enorme.

Esses SUVs conseguem chegar a incríveis 408 cavalos de potência a 11 kWh.

Se colocados em um carro mais leve e aerodinâmico como é o casso do BMW i8, faria com que o carro tivesse uma aceleração incrível (algo como de 0 a 100 quilômetros por hora em 4 segundos ou menos).

Mas isso é com a tecnologia de hoje. Se a BMW levará mais 4 ou 5 anos para desenvolver o novo carro, ela terá tempo para trabalhar com motores mais modernos e capacidades maiores.

Talvez, quando finalmente for lançado, o BMW i8 possa se tornar o carro elétrico mais veloz do planeta, especialmente se compartilhar o DNA com um veículo de corrida.

No momento, o BMW i8 já apresenta uma configuração de respeito. Com dois motores, um a combustão e outro elétrico, o carro acumula 374 cavalos de potência, com um sistema de transmissão automático com 6 marchas.

No momento, o carro já é muito veloz. Sua velocidade máxima é de 250 quilômetros por hora, com uma aceleração que vai de 0 a 100 quilômetros por hora em apenas 4,6 segundos.

O que significa que a versão atual já é muito otimizada.

Se a BMW pretende entregar uma versão ainda mais veloz, ainda mais “de corrida” na próxima versão, provavelmente entregará um carro ainda melhor do que o atual.

A parte boa da notícia para quem não tem centenas de milhares de reais para comprar um BMW i8 é que o avanço tecnológico na nova versão do veículo pode ajudar a alimentar outros carros.

Um dos obstáculos dos carros elétricos atuais é eletrificar um veículo de forma barata, a manter o preço popular de R$ 30 mil, R$ 40 mil. Depois isso, existe o problema de criar uma estrutura de abastecimento elétrico para carros (o Brasil é o país menos preparado para isso), mas esse não é um problema das montadoras por enquanto.

E aí, o que você acha da notícia? Será que o avanço no BMW i8 vai ajudar as empresas a criar carros elétricos mais baratos? Comente abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO