Como consultar a situação do veículo?

No nosso texto sobre cuidados ao comprar carro usado, nós falamos sobre a necessidade de se consultar a situação do veículo antes de fechar negócio.

Isso porque, principalmente com o advento da Internet, o número de pessoas que tentam vender carros em situação irregular é muito alto.

Esse tipo de situação pode gerar uma série enorme de problemas tanto para o comprador, como para o vendedor. Como não queremos que você passe por isso, vamos ensinar nesse texto como se prevenir e consultar a situação de qualquer veículo antes de comprar!

Quais os perigos de comprar um carro sem consultar a situação do veículo?

Imagine que você compra um carro e, meses depois, descobre que a situação dele está irregular. Que problemão, hein? O que será que pode acontecer com você nesse caso?

Vamos lá. Em primeiro lugar, você não conseguirá renovar o CRLV do veículo. O CRLV é o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Esse documento deve estar sempre com o motorista quando ele estiver com o carro. Não levar o documento significa correr o risco de receber 3 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e uma multa de R$ 88,38.

Se o seu CRLV não for atualizado anualmente, você ainda sofrerá uma multa maior, pois se trata de uma infração gravíssima. Na prática: sete pontos na CNH e uma multa de R$ 293,47.

Como você não consegue atualizar o CRLV sem o carro estar com sua situação regularizada, esse é o risco inicial que você corre: 7 pontos na CNH e multa de quase 300 reais.

Além disso, vale lembrar que as multas ficam atreladas ao veículo e não à CNH do motorista. Na prática, você pode comprar um carro já com multas e, até conseguir provar que elas não são suas, terá uma dor de cabeça enorme na Justiça.

Isso se você não der o azar de comprar um carro roubado. Nesse caso, você definitivamente perderá o carro, que será recolhido e devolvido ao dono original. Mas seus problemas podem piorar. Você precisará provar que comprou o veículo e foi enganado ou correrá o risco de ser autuado como receptador de objeto roubado.

Nesse caso, terá de apresentar o cheque ou transferência de pagamento, talvez um contrato. Além disso, é essencial que você procure a polícia assim que souber que o carro comprado foi roubado, pois o Boletim de Ocorrência é uma prova que você foi enganado.

Mas tudo isso pode ser evitado se você só souber como consultar a situação do veículo antes da compra. Vamos aprender a fazer isso?

Como consultar a situação do veículo antes de comprá-lo?

Para fazer a consulta da situação do carro que você pretende comprar, você precisará ter em mãos dois dados: a placa do carro e o código do Renavam do veículo. o Renavam é o Registro Nacional de Veículos Automotores e funciona como um tipo de CPF do carro, para identificá-lo, além de todas as suas pendências financeiras.

Algumas bases de dados de consulta, especialmente do Detran, também pedem o chassi do carro para a pesquisa. Você pode pedir esses dados para o vendedor (ele não deverá ter problemas para oferecer se o carro estiver em boas condições).

De posse desses códigos, entre no site do Denatran e clique em “Cadastro”. Você precisará se cadastrar com seus dados pessoais no site para ter acesso a 5 consultas diárias.

Depois disso, basta informar os dados do carro em questão e poderá ver informações como restrições ou débitos de IPVA, multas, seguros e vários outros dados importantes, inclusive as informações do proprietário do veículo, para saber se o vendedor é realmente o dono daquele carro.

Já os Detrans estaduais oferecem a possibilidade de consulta dos veículos registrados em cada estado brasileiro. O Detran de São Paulo, por exemplo, permite consultar os carros de São Paulo e por aí vai.

Uma das vantagens é que ele não exige cadastro. Porém, grande parte dos Detrans exige o chassi do veículo para a consulta, o que é mais difícil de conseguir que o Renavam.

Por isso, pode ser mais interessante se registrar no site do Denatran se você só tiver o Renavam do veículo que quer pesquisar. Além disso, assim você garante que obterá os dados do carro mesmo que ele tenha vindo de outro estado, o que é um cenário bem comum.

Já se o Detran do seu estado não pedir o chassi para fazer as consultas no site oficial, fica mais fácil usar o seu serviço, que não exige o cadastro. Só se não encontrar nada, que você deve usar o Denatran para entender porque não há registro estadual do carro.

Como consultar a situação do veículo e saber se ele foi roubado?

Além de verificar a situação de débitos e multas do carro que você quer comprar, é essencial que você também verifique se o veículo foi roubado. Isso é especialmente verdade se você não conhecer o vendedor pessoalmente ou se a proposta for “boa demais” para ser verdade.

Para fazer isso, basta entrar no site do Sinesp Cidadão e inserir a placa do carro, que o portal indicará se há Boletim de Ocorrência registrando o furto ou roubo do carro em questão.

Existe também um aplicativo do Sinesp Cidadão que qualquer pessoa pode baixar e que faz a mesma função. Inclusive, policiais usam esse aplicativo no dia a dia.

Seguindo essas dicas, ficará muito fácil identificar se o carro que você pretende comprar está em situação regular ou não. Se o veículo não estiver regularizado, o melhor é não fechar negócio para não ter prejuízos depois. Já se tudo estiver legalizado e regularizado, pode comprar sem medo. E não esqueça de passar o carro para o seu nome imediatamente após a venda, para manter o automóvel nessa situação regularizada e dirigir de cabeça tranquila, sem preocupações.

Se você gostou de aprender como consultar a situação do veículo, compartilhe esse texto nas suas redes sociais e marque todos os amigos que estejam negociando para comprar carros usados para que eles aprendam a fazer a consulta também!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO