Como cuidar do seu carro com o sol e o calor do verão

O verão de 2019 começou com tudo e não dá indícios de acalmar. Na última semana, a temperatura bateu os 39 graus em várias cidades do Brasil (como no Rio de Janeiro) e a previsão é que o calor continue forte enquanto nos preparamos para entrar em fevereiro.

Mas você já parou para pensar que o seu carro pode sofrer com o calor intenso e a luz do Sol? Já considerou que precisa de cuidados especiais para não danificar o veículo nesse clima? Se não, esse artigo é para você!

Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

Como o carro é afetado com o sol e o calor do verão

São muitos os componentes do seu carro que são afetados pela onda de calor e pelos raios solares, sabia? Só para citar alguns: o plástico do painel, o couro dos bancos e do volante, o tecido que reveste os bancos e a borracha dos pneus.

Eles são especialmente suscetíveis aos raios infravermelhos (que geram muito calor e aceleram a decomposição de materiais como o plástico ou a borracha) e os raios ultravioleta, que geram energia com o potencial de separar moléculas e acelerar o envelhecimento de componentes do plástico, tintas e fibras sintéticas.

Isso mesmo: esses dois raios, mais comuns entre as 10h e 15h, aumentam o envelhecimento do seu carro e podem ajudar a decompor os materiais dele. Péssimo, não é mesmo?

O painel de plástico do veículo, por exemplo, é que mais sofre. Por causa do ambiente fechado (e do vidro da frente do carro), ele recebe os raios de sol com radiação solar, além do efeito estufa da cabine (os raios entram, mas não conseguem sair) que pode aumentar a temperatura da cabine para 80 graus Celsius em alguns casos!

Nos melhores cenários, o calor deixa o painel desgastado e ressecado, ficando mais rígido e cortante. Nos piores, pode até ameaçar derreter algumas partes do painel.

Para proteger o painel do seu carro, use películas escuras nos vidros ou aquele famoso protetor de alumínio, tão comum em carros estacionados no litoral brasileiro.

Quem também sofre muito são os tecidos do carro, aqueles que revestem os bancos. Eles ficam manchados e amarelados por causa da luz do sol e podem até criar um mau cheiro se alguém derramar algum líquido no banco, como um suco, refrigerante ou sorvete.

Infelizmente, não há muita coisa a fazer para proteger os tecidos exceto prevenir. Limpe os bancos com um aspirador de pó frequentemente e, em caso de acidente com algum líquido, limpe o excesso com um pano imediatamente e, depois, lave com sabão neutro e deixe secando na sombra.

O couro é outro dos materiais que sofre muito com o calor. O sol forte acelera o aparecimento de rachaduras e manchas no material e também o deixa desbotado.

Para cuidar do couro, use um paninho para tirar o pó semanalmente e um produto específico para hidratar o couro quando possível. Não use materiais como o silicone, álcool, vaselina ou querosene.

Por fim, chegamos à borracha. Esse material está presente ons seus pneus, nas portas, no limpador do para-brisa e também nos vidros. Qualquer dano pode ser muito sério para o seu carro, portando.

Com o calor e a luz do sol, a borracha fica ressecada e começa a apresentar rachaduras. Por causa disso, ela perde o poder de vedação, atrapalhando as portas, vidros e o limpador do para-brisa. Nos pneus, eles começam a ficar enrugados e podem rasgar mais facilmente.

Para conservar, limpe bem as borrachas com um pano seco (para tirar a poeira) e um úmido para hidratar. Algumas vedações pedem por produtos específicos, vendidos em concessionárias.

E aí, gostou do artigo? Com essas dicas, você conseguirá proteger o seu carro da luz do Sol e do calor do verão! Deixe um comentário abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO