Engenheiros da Volkswagen transformam Kombi em carro elétrico

A Volkswagen tem o plano de lançar, no futuro próximo, a ID Buzz, sua “Kombi elétrica”.

O veículo, um dos chamarizes da linha ID focada em carros elétricos da Volks, agrada o público por reinventar um dos carros mais queridos do planeta, a Kombi.

Entretanto, antes mesmo que a Volkswagen conseguisse apresentar seu carro ao mercado, seus próprios engenheiros chegaram lá antes dela e transformaram uma Kombi clássica em carro elétrico.

Quer saber mais sobre o assunto? Então dê uma olhada a seguir!

Qual é o projeto de transformar a Kombi em carro elétrico?

Na Califórnia, estado dos EUA, a Volkswagen manteve por anos um Laboratório de Pesquisa e Eletrônica. O lugar foi um dos principais centros de pesquisa e desenvolvimento da empresa, ganhou inúmeros prêmios e foi reformulado recentemente, se tornando o Centro de Inovação e Engenharia da empresa.

Para celebrar a mudança, os engenheiros da Volkswagen montaram um projeto e tanto: eletrificaram uma Kombi 1962, conhecida como Kombi “Corujinha”.

O projeto recebeu o nome de Type 20 e manteve todo o visual clássico da Kombi dos anos 60. A única diferença, no caso, é a pintura.

Para dar um ar mais moderno, a Kombi foi pintada de branco, com o aplique de cima de preto. Os detalhes (como retrovisores, calotas e detalhes) ficaram pintados de laranja.

Por dentro, a Kombi tem sua estrutura toda pintada de preto, com bancos brancos e detalhes laranja (como uma faixa nas portas e o material do volante, além do porta-luvas na mesma cor).

E por dentro do capô?

Dentro do capô, a Kombi elétrica (ou Type 20) ganhou alguns dos itens mais modernos que a engenharia da Volkswagen pode oferecer.

O antigo motor de 42 cavalos de potência foi substituído por um modelo elétrico capaz de gerar o equivalente a 120 cavalos de potência, com torque de 23,9 mkgf.

Esse motor é alimentado por uma bateria de 10 kWh, mas não dá para saber a autonomia do veículo já que a empresa não divulgou essa informação.

Ainda no desempenho do veículo, a Type 20 usa um sistema de suspensão ativado pelo ar e que ajusta a altura do carro em pleno movimento, além de aumentar a altura do carro quando o motorista chega perto dele. Esse sistema foi projetado em parceria com a Porsche.

Outro detalhe muito legal é que a Type 20 tem um inovador sistema de reconhecimento facial com câmeras instaladas para ler a face do motorista e dos passageiros.

Como o modelo não foi feito para comercialização, o sistema não faz muita coisa, mas poderia ter várias aplicações práticas. Uma delas seria, claro, não ligar o veículo em caso de uma face não-autorizada pelo sistema.

Isso ajudaria o carro a não ser roubado. Outra utilidade seria ter determinadas configurações no veículo para cada motorista. Um exemplo: você pode gostar de dirigir com a suspensão mais alta, enquanto outra pessoa prefere ter auxílio do computador na hora de fazer a rampa. Se o sistema pudesse reconhecer o motorista, poderia ajustar as configurações automaticamente.

A Volkswagen não anunciou nenhuma intenção de usar essa Kombi elétrica para qualquer coisa. Entretanto, seria uma excelente maneira de aproveitar carros clássicos, não é mesmo? Seja como for, ficamos no aguardo da ID Buzz!

E você? Gostou do que viu? Então deixe um comentário abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO