Fiat Fullback, clone da nova Triton é apresentado no Salão de Genebra

Está certo que sua estreia aconteceu no Salão de Dubai em 2015, mas foi no Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, que o Fiat Fullback foi apresentado ao público de forma definitiva. Resultado de uma parceria acertada entre a Mitsubishi e a FCA, a picape é mais um dos modelos que chegam para movimentar e muito o mercado.

Inicialmente, a novidade chega para o mercado europeu, no entanto é possível que o Fiat Fullback venha para o Brasil, ainda mais após a enorme repercussão e excelente aceitação dos consumidores em relação ao lançamento da picape Toro, modelo esse que facilmente estará entre os carros mais  vendidos de 2016. Com esse bom resultado, a montadora italiana, mesmo ciente da crise instalada no país, enxerga com bons olhos trazer o Fullback para cá.

O Fiat Fullback está sendo chamado de clone da nova Triton.
O Fiat Fullback está sendo chamado de clone da nova Triton. (Foto: Indian Autos Blog)

Visual

Para impressionar ainda mais a imprensa e o público, o Fiat Fullback foi apresentado portando um “traje de gala”, entre os detalhes, podemos destacar a carroceria pintada na cor Liquid Metal Grey, faróis bi-xenon com lentes escurecidas, rodas aro 20 polegadas e santantônio exclusivo para a picape italiana.

O Fiat Fullback é maior (em comprimento) do que a Fiat Toro.
O Fiat Fullback é maior (em comprimento) do que a Fiat Toro. (Foto: Indian Autos Blog)

Dimensões

Dotado de 5,28 m de comprimento, o Fiat Fullback é maior do que a picape Toro, que conta com 4,91 m da traseira até a dianteira. Além do mercado europeu e de enxergar com bons olhos a vinda do modelo para o Brasil, a FCA também espera conquistar bons resultados na Ásia e no Oriente Médio, regiões essas que são dominadas pelas picapes médias.

Para termos uma ideia do quão importante é a picape média no Oriente Médio e na Ásia, de todo o volume de vendas, cerca de 23% é de camionetes leves, ou seja, praticamente 1/4 de todos os carros que são vendidos, são de modelos como o Fullback e a Fiat Toro. O mercado é muito atraente e a FCA sabe disso.

Olhando assim, parece que estamos vendo a L200 Triton, ao invés do Fiat Fullback.
Olhando assim, parece que estamos vendo a L200 Triton, ao invés do Fiat Fullback. (Foto: Divulgação)

Fiat Fullback e a nova Triton

Como é resultado de uma união entre a FCA e a Mitsubishi, o Fiat Fullback tem suas origens baseadas em dois modelos que representam muito bem o segmento de picapes. A nova Triton e a Toro, no entanto as maiores características adquiridas são do modelo japonês, já que o Fullback será uma camionete mais robusta e de maior porte.

Confira mais lançamentos da Fiat

Analisando o visual do Fiat Fullback, é possível perceber algumas semelhanças com a L200 Triton, principalmente na dianteira protuberante e bem desenhada, na traseira arredondada e nos suportes da carroceria. Em entrevistas, os executivos do projeto explicaram que houve sim o aproveitamento de vários detalhes da picape japonesa, no entanto o modelo italiano tem suas especificidades.

O interior do Fiat Fullback é de ótimo nível.
O interior do Fiat Fullback é de ótimo nível. (Foto: Divulgação)

Motorização

O motor do Fiat Fullback é o mesmo da nova Triton, ou seja, bloco 2.4L Turbodiesel de 180 cv de potência. A transmissão é manual ou automática de cinco velocidades. Completando o conjunto mecânico, a tração pode ser 2WD ou 4WD. Em relação a cabine, essa está disponível como simples ou dupla.

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO