Ford confirma nova picape para competir com a Fiat Toro

O segmento de picapes intermediárias está começando a esquentar de vez no Brasil. Depois do sucesso da Fiat Toro, a Ford agora anunciou o desenvolvimento de uma nova picape para lutar pelo mercado.

O novo veículo tem tudo para combater o crescimento das rivais no segmento de picapes intermediárias, já que a Ford já é uma das principais marcas no segmento das picapes mais robustas.

Para saber tudo sobre o novo projeto, continue lendo!

Como será a nova picape Ford para competir com a Fiat Toro?

Em uma entrevista com o site Automotive News, o presidente da Ford, Jim Farley, confirmou que a empresa trabalha no desenvolvimento de novos produtos “abaixo da categoria onde competimos hoje”. No caso, ele está se referindo a picapes intermediárias, abaixo da categoria de picapes mais robustas como a Ranger e a F-150.

De acordo com a matéria, a nova picape da Ford deverá ser produzida sobre a plataforma da Ford Focus atual, que foi lançada praticamente apenas no mercado europeu.

Esse novo produto produzido pela Ford não será vendido nos EUA e não vai substituir a geração atual das suas picapes vendidas na América do Sul, como o mercado brasileiro e argentino.

Além de chegar ao mercado sul-americano, a nova picape intermediária da Ford também será lançada na Austrália e na África do Sul, dois países que passam pela mesma situação do Brasil, com crescimento acelerado do segmento de picapes.

A ideia é que o novo carro comece a ser vendido nas lojas e concessionárias a partir de 2021 ou 2022.

Uma nova Ford Courier?

Segundo a matéria da AN, a nova picape pode usar o nome Courier, que já foi utilizado em outras picapes compactas aqui no Brasil.

A publicação cogita essa possibilidade porque, em 2016, a Ford registrou a marca Courier em um escritório de patentes e registros nos EUA. Por causa disso, pode ser que a empresa tenha o interesse em usar a marca internacionalmente e, considerando que esse projeto se trata de uma nova picape, as evidências indicam que essa nova picape pode usar o nome Courier.

É interessante notar que, mesmo que seja chamada de Courier, essa nova picape não seria uma “Courier”. A nossa Courier brigava com o mercado contra a Strada e a Saveiro, e usava a base do Ford Fiesta para ser vendido aqui, com motores 1.6, 1.4 e 1.3, entre 1998 e 2013.

Na época, a picape contava com uma caçamba destacável, que permitia levar cargas maiores sem cobrir a placa do veículo. Porém, por não ter uma trava, acaba sendo roubada facilmente quando o carro ficava na rua.

Seja como for, pode ser que o nome desse novo veículo no Brasil não seja Ford Courier (mesmo que seja no mercado internacional) para não causar confusões com o modelo antigo que levava o mesmo nome. Isso é prática comum no mercado: por exemplo, o Volkswagen Onix tem outro nome no resto do mundo (e, curiosamente, o carro que recebe o nome Onix na China é o nosso Prisma aqui).

E aí, o que achou da novidade? Interessado em entrar no mercado de picapes intermediárias a partir de 2021 com a nova picape Ford? Deixe um comentário abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO