Google Maps começará a mostrar radares

Quem dirige muito por aí, inclusive em rodovias, está acostumado com os radares espalhados pelas estradas brasileiras. Esses radares têm diversas funções, mas a principal é detectar a velocidade do usuário e, assim, garantir que as pessoas respeitem o limite de velocidade estabelecido para cada rodovia.

Os motoristas donos de smartphone já contam com um aplicativo que tenta “ajudar” na detecção de radares, o Waze (que pertence ao Google). Agora, receberão uma segunda alternativa para identificar os radares nas estradas: o Google Maps.

Pois é, a Google anunciou nessa semana que o Maps ganhará uma atualização que ajudará os motoristas distraídos a detectar radares e evitar multas. Confira mais a seguir!

Como o Google Maps começará a mostrar radares

Para quem é pouco versado em tecnologia, o Google Maps funciona assim:

Usando dados de satélite e fotos tiradas por um carro especial da Google, a empresa monta versões digitais das rodovias e cidades do mundo inteiro, com direções precisas para quem quer ir do ponto A ao ponto B.

Com o tempo, a Google começou a fechar parceriais com os governos, instituições de estrada e outros órgãos para obter dados atualizados sobre transporte público, horários de tráfego e outros aspectos para calcular duração de viagens e outras funções especiais.

Agora, a nova função do Google Maps é mostrar no mapa onde estão os radares localizados nas estradas pelo Brasil.

Serão dois tipos de radares mostrados no Google Maps: os azuis e os laranja.

Aqueles azuis são os radares fixos nas estradas, que são identificados pelo governo e não mudam de lugar durante o dia.

Já os radares laranja são aqueles que são móveis e estão em um lugar diferente a cada dia.

O Google Maps oferecerá um sinal sonoro quando o motorista se aproximar de algum radar, seja fixo ou móvel. Além disso, também permitirá visualizar o radar na tela, caso o motorista amplie o mapa na tela do celular.

Por enquanto, ainda não está disponível a informação com a velocidade máxima permitida por aquele radar. Ou seja: se a rodovia permitir, digamos, 60 quilômetros por hora, você não terá essa informação no smartphone, apenas nas placas na estrada. Mas isso é algo momentâneo, já que essa informação está presente em outros países, então provavelmente será implementada no Brasil em breve.

Além disso, o Google Maps ainda conta com ajuda dos motoristas para aprimorar o seu sistema. Quando clicar em um dos radares ativados pela sua presença, o motorista poderá avisar ao Google se o radar ainda está ali ou não, se foi movido por funcionários do governo. Com essa informação, o Google poderá manter a funcionalidade atualizada.

Além de radares, Google Maps também avisará obras

Outra novidade do Google Maps para quem gosta de dirigir é o aviso de obras em uma via nas cidades ou rodovias.

De acordo com a empresa, o Maps passará a avisar o motorista quais caminhos contam com alguma obra que obstrua a via total ou parcialmente. Assim, quem quiser, pode traçar uma nova rota evitando o obstáculo, como acontece com o Waze atualmente.

Essa é mais uma das medidas da Google para popularizar o Google Maps e transformá-lo em um aplicativo mais moderno, atualizado e útil. Ele já é imprescindível para turistas e, agora, passará a ser usado no dia a dia por milhares de pessoas.

E aí, o que achou da novidade de que o Google Maps começará a mostrar radares para os motoristas? Acha que será útil ou não? Comente abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO