Honda WR-V é apresentado para o mundo no Salão de São Paulo

O Honda WR-V foi uma das únicas estreias mundiais do Salão de São Paulo. Bastante aguardado pelos consumidores, o modelo japonês finalmente foi apresentado e matou boa parte da curiosidade do público. Em termos gerais, trata-se de um crossover compacto, menor que o badalado HR-V e superior ao Fit.

Assim que teve a sua apresentação iniciada, o WR-V  logo atraiu a atenção dos presentes, pois muito se falou sobre o modelo nos últimos meses. Como forma de colocar o carro ainda mais em evidência, a Honda escondeu o seu lançamento a sete chaves, estratégia essa que deu certo e promete ser um dos diferenciais para quando as vendas do modelo começarem.

O Honda WR-V chega para duelar com o Ford Ecosport.
O Honda WR-V chega para duelar com o Ford Ecosport. (Foto: Flavio Moraes)

O início da produção do Honda WR-V está previsto para o primeiro semestre de 2017, a planta responsável pelos trabalhos será a de Sumaré, em São Paulo.

Honda WR-V = Honda Fit

Assim como acontece no HR-V, o WR-V também pega emprestado algumas partes do Honda Fit. No caso do crossover compacto, a plataforma e o conjunto mecânico são compartilhados entre ambos.

Mais lançamentos da Honda? Confira aqui no Quatro Portas.

Segundo informações da própria montadora japonesa, o Honda WR-V foi o primeiro a ser totalmente desenvolvido no Brasil. O motivo desse fato histórico se dá pelas crescentes demandas dos consumidores brasileiros e de demais países da América Latina.

Ao que parece, o trabalho realizado pelos brasileiros agradou bastante a sede no Japão, já que a apresentação global do modelo contou com a ilustre presença de Takahiro Hachigo, presente-executivo mundial da Honda.

A apresentação mundial do Honda WR-V contou com a presença do presidente-executivo da montadora japonesa.
A apresentação mundial do Honda WR-V contou com a presença do presidente-executivo da montadora japonesa. (Foto: Flavio Moraes)

Olhando pela primeira vez, o consumidor tem a impressão de estar vendo um Fit com acabamento mais sofisticado, no entanto a Honda promete muitas surpresas aos consumidores e reforça que o modelo chega para disputar espaço na categoria de SUV’s.

Além dos preços, a Honda não exibiu o interior do WR-V (o modelo permaneceu fechado e com os vidros escuros) e não divulgou os detalhes técnicos do crossover compacto. Isso reforça a ideia de que a montadora japonesa está guardando mais surpresas para as vésperas da chegada do modelo às concessionárias.

Quem olha assim pensa que o Honda WR-V é uma versão mais "evoluída" do Fit.
Quem olha assim pensa que o Honda WR-V é uma versão mais “evoluída” do Fit. (Foto: Divulgação)

Conjunto mecânico

Mesmo sem ter divulgado a motorização do novo Honda WR-V, a montadora japonesa deu indícios de que o modelo pode vir equipado com o velho conhecido propulsor 1.5L de 116 cv de potência, associado a uma transmissão automática do tipo CVT. Como já adiantamos, os preços também não foram revelados, no entanto é possível prever algo entre R$ 57 mil (preço inicial do Fit) e R$ 79.900 (preço da versão de entrada do HR-V).

Com a chegada do WR-V, a Honda espera por um novo perfil de consumidores de SUV’s, além de também alcançar uma parte do público do HR-V.

O motor do Honda WR-V não foi revelado, mas deve seguir a mesma linha do Fit.
O motor do Honda WR-V não foi revelado, mas deve seguir a mesma linha do Fit. (Foto: Flavio Moraes)

No mercado brasileiro, o Ford Ecosport surge como o principal rival do Honda WR-V, no entanto existem alguns outros modelos que podem engrossar essa disputa, como é o caso do Renault Duster,

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO