Hyundai Nexo: elétrico sul-coreano inova na tecnologia

O Hyundai Nexo é a primeira tentativa da montadora sul-coreana de entrar na onda dos carros elétricos e explorar esse nicho que deve ser o futuro do mercado de automóveis no planeta.

A grande novidade, porém, é que o carro apresenta uma inovação tecnológica sem igual no mercado até o momento. Por causa disso, o resultado surpreende e pode abrir espaços para outros veículos com tecnologias semelhantes.

Quer saber o que o Hyundai Nexo tem de tão especial? Então continue lendo para saber!

Hyundai Nexo: gerando eletricidade pelo hidrogênio

Atualmente, existem dois tipos de carros elétricos no mercado. Um de sistema puro de baterias (basicamente, o carro usa baterias que fornecem eletricidade e precisam ser trocadas quando a carga acaba ou carregadas em lugares específicos) e os plug-in que são ligados na tomada da sua casa para ser carregados.

O Hyundai Nexo inova por não se encaixar em nenhuma das categorias. Ele é um elétrico, sim, mas a eletricidade não vem de uma bateria ou corrente elétrica. Ele próprio gera sua eletricidade ao quebrar moléculas de hidrogênio no seu processo interno.

Basicamente, ele conta com 3 tanques diferentes que são enchidos com gás e combinados com oxigênio posteriormente. O sistema, então, realiza uma mistura química que gera eletricidade ao quebrar as moléculas de hidrogênio nos tanques.

O potencial disso é enorme: só o Hyundai Nexo roda a 160 cavalos de potência, com 40 kgfm de torque. Levando isso para o padrão dos motores a combustão, seria como ter um motor 1.5 turbo bem calibrado.

O veículo também chega a uma velocidade máxima de 179 quilômetros por hora e uma aceleração de 9,2 segundos para ir de 0 a 100 quilômetros por hora. A autonomia da carga é de incríveis 610 quilômetros.

Para um protótipo, a tecnologia impressiona. Afinal de contas, os primeiros modelos são sempre menos potentes do que quando a tecnologia já é mais bem trabalhada.

Mas as notícias ainda ficam melhor.

O sistema do Nexo solta água destilada pelo seu escape, o que ajuda a filtrar 99% da sujeira do ar. Ou seja: além de não poluir, o carro ainda atua como um purificador de ar.

O resultado é tão bom que Zayong Koo, um dos engenheiros da Hyundai, disse que 100 mil Nexos andando pelas ruas de Seul (capital da Coréia) poderiam limpar o ar usado pelos 8 milhões de habitantes em apenas uma hora.

O carro tem uma eficiência energética de 60% no momento. Isso significa o quão bem o veículo usa seus recursos e se há desperdícios. O número é baixo se comparado com os elétricos tradicionais (com taxa de 80%), mas fica bem acima dos motores a combustão (com taxas de 25 a 30% de eficiência).

Quais os planos futuros para o Hyundai Nexo?

A Hyundai não quer esperar e quer colocar o Nexo nas ruas assim que possível. Segundo o UOL Carros, a ideia é colocar 10 mil unidades do veículo em circulação em cidades como Ulsan ou Seul até o fim desse ano. Para isso, a empresa investirá mais de $7 bilhões de dólares para ampliar a sua fabricação e também usar a mesma tecnologia em novos veículos leves e pesados (a linha de compactos não está em planos no momento).

O grande desafio para fazer o plano dar certo é o preço do carro. Atualmente, o Nexo deverá ser comercializado por $70 mil dólares, algo mais ou menos na faixa de R$ 280 mil. É caro para os padrões brasileiros e também para os padrões sul-coreanos.

A parte boa é a combinação da Hyundai com os governos locais da Coréia do Sul. Nas cidades de Seul e Ulsan, por exemplo, o veículo ganhará incentivos que derrubará o seu preço pela metade, tornando os carros mais atraentes para o consumidor.

Outro grande desafio é a rede de abastecimento para o veículo. Os postos elétricos começam a ficar populares em alguns países, mas os de gás de hidrogênio ainda são extremamente raros. Para alimentar o Nexo, a Coréia do Sul pretende investir na criação de 300 unidades de abastecimento nos próximos dois anos. Isso dificultaria a chegada do veículo a outros países, como o Brasil por exemplo.

Seja como for, o Nexo impressiona pela potência, inovação tecnológica e pelo bem que causa ao meio ambiente. Pode ser uma excelente ideia ficar de olho no veículo e ver se eventualmente ele chegará ao Brasil!

E aí, o que achou do Hyundai Nexo? Caro ou barato para a tecnologia que possui? Acha que os carros movidos a hidrogênio se tornarão referência no futuro? Comente abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO