Novo Chevrolet Bolt: o carro elétrico da GM chega ao Brasil por R$ 289 mil

O novo Chevrolet Bolt é a aposta da GM para o segmento de carros elétricos na América do Norte. A boa notícia é de que, mesmo que a montadora estadunidense tenha o foco direcionado ao Canadá e Estados Unidos, o seu lançamento também virá para o Brasil.

Com sede em São Paulo, a Direct Imports, uma renomada importadora que atua no mercado brasileiro, divulgou que 5 unidades estão chegando ao país. Elas foram encomendadas por um cliente do Rio de Janeiro, provavelmente uma concessionária ou revendedora de carros de luxo.

Novo Chevrolet Bolt
Novo Chevrolet Bolt (Foto: Divulgação)

Novo Chevrolet Bolt – Preço

Segundo a empresa, com a inclusão de todas as taxas aduaneiras e impostos, o Chevrolet Bolt custará R$ 289 mil, valor esse que é salgado para a realidade do país.

De fábrica, o carro elétrico Bolt conta com sistema de distribuição de tração StabiliTrak e frenagem, alerta de pontos cegos, freio automático para pedestres, sistema de aviso de mudança de faixa e colisão e dez airbags.

Novo Chevrolet Bolt
Novo Chevrolet Bolt (Foto: Divulgação)

O sistema OnStar é anunciado como item de série, no entanto o dispositivo não está habilitado para ser usado no Brasil. Somente o sistema de som e navegação é que estão disponíveis para os consumidores brasileiros.

Leia Também:

Chevrolet Cruze 2017 LTZ: preço, itens de série e cores

Chevrolet Cruze Sport6 2017: preço, consumo e itens de série

O conjunto mecânico é formado pelo motor elétrico de 203 cv e 36,7 kgfm de torque, que permite ao carro fazer de 0 a 96 km/h em cerca de 7 segundos. Graças ao conjunto de baterias de 60 kW (produzido pela LG), a autonomia do Chevrolet Bolt elétrico é de 383 km.

Novo Chevrolet Bolt
Novo Chevrolet Bolt (Foto: Divulgação)

Por sua importação ter sido feita de maneira independente, o novo Chevrolet Bolt não possui garantia coberta pela montadora. No entanto, a Direct conta o seu plano de manutenção particular, que funciona em parceria com duas oficinas em São Paulo.

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO