Peugeot promete: cliente que não estiver satisfeito, não paga por serviço

Se tem um ditado “não oficial” entre os motoristas brasileiros é o de não comprar um carro Peugeot, se possível.

Isso porque a marca francesa tem uma das piores reputações no mercado brasileiro por causa de um serviço pós-venda ruim e o alto preço de peças de reposição na manutenção.

Mas a empresa começou uma campanha de marketing chamada Virada Brasil para se restabelecer no mercado brasileiro e já anunciou a sua primeira ação: o cliente não pagará pelo serviço que usar da Peugeot se não ficar satisfeito.

Continue lendo para saber mais!

Como vai funcionar o sistema da Peugeot no Brasil?

Para ajudar a recuperar a imagem da sua marca no Brasil, a Peugeot iniciou um projeto chamado Virada Brasil, onde tentará propor soluções para resolver os problemas mais citados pelos consumidores.

Um dos problemas mais comuns é em relação ao pós-venda da empresa, que nunca foi satisfatório.

Para tratar do pós-venda, a montadora criou uma campanha chamada Peugeot Total Care com 10 compromissos assumidos perante o público.

Um desses compromissos, revelado nessa semana é o seguinte: o cliente que não estiver satisfeito com o serviço realizado pela Peugeot, não pagará pela mão de obra.

Por exemplo, vamos supor que a embreagem do seu carro tenha quebrado. A peça para trocar custa, digamos, R$ 200 e a mão de obra ficaria em R$ 230. Se você não ficar satisfeito com o serviço, não pagará pela mão de obra.

Esse é apenas um dos muitos compromissos da Peugeot para tentar mudar a visão dos consumidores com o seu pós-venda.

Por exemplo, o primeiro compromisso estabelecido em 2015 foi o seguinte: se o veículo com a revisão agendada não for entregue em 24 horas, o cliente não pagará pelo serviço.

Outro compromisso diz que se houver diferença no orçamento da Peugeot com o de outro contratado, a montadora pagará a diferença para o cliente. Por exemplo, se o serviço da Peugeot oferecer R$ 500 por uma revisão, mas outro lugar oferecer R$ 350, a montadora pagará R$ 150 para o cliente.

Além de melhorar a satisfação com os seus serviços pós-venda, a Peugeot quer também aumentar a rede de parceiros para oferecer esses serviços. A ideia é dobrar a sua rede no Brasil, chegando a 364 lojas espalhadas pelo país.

No momento, a Peugeot tem colhido os resultados dessa estratégia. Uma pesquisa recente mostrou que a montadora subiu muito no ranking de satisfação dos clientes no pós-venda, dividindo o segundo lugar com a Honda.

Se continuar assim, a empresa pode se aproximar da meta de controlar 5% do mercado automobilístico brasileiro até 2023 (no momento, a empresa tem 2,9% do mercado).

Quem conhece o mercado sabe que, sem um bom pós-venda, fica difícil aumentar suas vendas no Brasil. O mercado brasileiro é conhecido por privilegiar muito os serviços de manutenção, revisão e reparo. A própria Peugeot sabe o peso disso na pele, já que vendia muito pouco quando estava sem cuidar dessa área.

E aí, o que você achou da novidade? Ficou com vontade de dar uma nova chance para a Peugeot e comprar um carro deles? Comente abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO