Primeiro caminhão 100% autônomo é lançado na Europa

A Scania anunciou o lançamento do seu primeiro caminhão 100% autônomo para atuação no mercado europeu. O veículo deverá ser aplicado para trabalhar em cenários bem controlados assim que possível.

Já se sabe que parte do futuro do trabalho de fretes de produtos pesados será destinado a caminhões autônomos em breve. Cogita-se, até mesmo, que serviços de entrega do Uber, Rappi e afins usem veículos autônomos também.

Mas enquanto isso não chega, vamos ver como funciona o caminhão da Scania!

Como funciona o AXL, caminhão 100% autônomo

O veículo lançado pela Scania se chama AXL e ainda é um modelo conceito, embora já possa ser usado em trabalhos reais no dia a dia. Sua função é ajudar em operações de mineração, um ambiente muito mais tranquilo e controlado do que uma rodovia. Por causa disso, as chances de algum problema acontecer são menores, já que o carro tem basicamente a função de carregar, dirigir até um lugar e deixar o minério retirado ali.

Para funcionar, o veículo conta com várias tecnologias de altíssima precisão, como câmeras, radares e um laser LiDAR, além de um sistema de GPS ultra preciso, para se localizar no canteiro de obras.

Internamente, o Scania AXL usa um processador com alta capacidade de informação para poder lidar com todos os milhões de dados que coleta por minuto (todos eles com grande peso, como streaming em vídeo constante dos seus arredores sincronizado com os radares).

Já para rodar, o AXL usa um motor biodiesel e não elétrico. No entanto, ele funciona 100% com o combustível renovável e não precisa de gasolina para andar.

Uma das grandes diferenças do AXL para outros modelos de caminhões autônomos do mercado é que ele não permite que um motorista humano assuma suas funções em nenhum momento.

Pois é: em outros modelos do mercado, ainda há o espaço para o motorista, caso seja necessário alguma coisa. Já como Scania AXL, não existe essa opção. A única interação humana é para adicionar combustível e comandar o caminhão para que ele pare de funcionar.

O lançamento do veículo é um grande passo para o desenvolvimento da condução autônoma, que parece ser o próximo grande passo da indústria automotiva, ao lado dos carros elétricos.

As maiores fabricantes de carros, caminhões e ônibus estão investindo pesado na tecnologia para que ela chegue o mais rapidamente possível.

É verdade que o uso de tecnologias autônomas aumentará a segurança nas estradas pois diminuirá o risco de acidentes, além de diminuir o preço de produtos, pois gerará fretes mais baratos (já que o caminhão não precisará parar para descansar).

No entanto, é importante entender qual será o impacto disso no emprego de milhões de pessoas e quão segura a tecnologia realmente é.

No momento, a perspectiva é que transportes majoritariamente rodoviários, como caminhões de frete e ônibus interestaduais, sejam os primeiros a receber a tecnologia 100% autônoma. Depois disso, os carros de passeio devem receber o mesmo recurso.

E aí, o que você achou do caminhão 100% autônomo? Um bom projeto ou algo assustador? Comente abaixo com a sua opinião!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO