Rio de Janeiro começa a usar radar inteligente

Os radares estão cada vez mais avançados e desenvolvidos. Prova disso é o novo radar inteligente que começou a ser usado no Rio de Janeiro, pelo Detran carioca.

O sistema está sendo testado no momento e, em breve, poderá ser ampliado para ser implementado em todo o Brasil.

Se você ficou curioso para saber o que será que o radar tem de “inteligente”, continue lendo para saber mais!

Como funciona o radar inteligente do Rio de Janeiro

O radar inteligente do Rio de Janeiro usa uma tecnologia de câmeras fixas que é usada no Brasil inteiro.

A grande novidade é que, por ser um sistema portátil, pode ser levado para diferentes lugares do Rio de Janeiro, para ser usado em ações de trânsito e blitzes.

As câmeras são OCR (sigla que significa Optical Chracter Recognition, algo como Reconhecimento Óptico de Caracteres) e conseguem ler e reconhecer as placas dos carros, verifica os dados cruzando com um banco de dados com as informações de mais de 7 milhões de carros.

O sistema chega se há qualquer tipo de pendência com o licenciamento do veículo, a CNH do motorista ou qualquer outro tipo de problema.

Por exemplo, se o veículo tiver algum registro de roubo ou furto, aparecerá no levantamento feito pela câmera inteligente.

Só no primeiro dia de uso do radar inteligente (foram 67 câmeras aplicadas), segundo o Detran do Rio de Janeiro, foram mais de 1,6 mil leituras de veículos diferentes. Desses 144 foram abordados por irregularidades no licenciamento, em diferentes níveis. A maioria conseguiu corrigir o problema, mas 17 carros foram removidos de circulação por não conseguirem sanar seus problemas.

Além de câmeras para os carros, o novo sistema também usa câmeras para os agentes do Detran que participam das ações. Essas câmeras são ligadas e permanecem online, transmitindo para uma central de monitoramento. Assim, a ideia é dar mais garantias à população de que o sistema será usado de maneira correta, com maior transparência.

Segundo Marcelo Bertolucci, vice-presidente do Detran, as câmeras ajudam a dar mais transparência às ações dos agentes de trânsito e conferem segurança à população do Rio de Janeiro.

A novidade do Rio de Janeiro vem em posição contrária à recente medida do Governo Federal, que barrou a instalação de 8 mil radares nas rodovias federais.

Apesar disso, é importante ressaltar que o “radar inteligente” usado pelo Detran do Rio de Janeiro não mede, necessariamente, a velocidade dos carros.

Como as câmeras são usadas em blitzes e ações de trânsito, os carros já estão em velocidade aceitável e dentro dos padrões.

Por isso, o poder das câmeras é usado para identificar todos os carros que passam pelas blitzes de maneira mais rápida e eficaz, identificando os problemas sem a necessidade de levar muito tempo com a checagem feita por humanos.

Por enquanto, como já dito, as câmeras estão em uso de testes no Detran do Rio de Janeiro. Porém, se forem bem-sucedidas em suas aplicações, deverão ser importadas para outros Detrans do Brasil e começar a atuar em outras regiões do país.

E aí, o que você achou da novidade do radar inteligente? Comente abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO