Vem aí o Tiggo 7, nova SUV da Cherry

A chinesa Cherry ficou conhecida no Brasil nos últimos anos pelos seus lançamentos econômicos. O Chery QQ foi, por muito tempo, o carro mais barato do país. Agora, a empresa se prepara para lançar o Tiggo 7, sua nova SUV.

O veículo é produzido na cidade de Anápolis, em Goiás, e divide a linha de montagem com alguns produtos da Hyundai e o Tiggo 5x, também da Chery.

O Tiggo 7 começa a ser comercializado em feveriro. Saiba mais sobre ele!

Quem é o Tiggo 7, nova SUV da Chery

Apesar de ser um lançamento novo aqui no Brasil, o Tiggo 7 não é inédito. A SUV da Chery já saiu na China há alguns anos e foi a primeira SUV feita sobre a plataforma T1X.

Essa plataforma foi desenvolvida pela Chery em parceria com a Jaguar Land Rover (as duas empresas são sócias em joint-venture lá na China).

Apesar de ser o primeiro a usar a plataforma T1X, ele chega aqui no Brasil depois do Tiggo 5x, que já chegou no país em 2018 (e é uma espécie de irmão menor do 7).

Do lado de fora, o Tiggo 7 parece um carro robusto. Ele tem 4,50 metros de comprimento, um entre-eixos de 2,67 metros e uma largura de 1,84 metros, além de 1,67 metros de altura.

Em comparação com o Jeep Compass, seu principal rival, o carro é maior em todos os sentidos: mais largo, mais alto e mais comprido.

O porta-malas também é maior que o do rival: 414 litros contra 410 do Jeep. A questão é saber se os bancos serão rebatidos.

De dentro, o Chery Tiggo 7 impressiona, com bancos de couro, centro multimídia, tela LED com velocímetro e conta giros analógico, ar-condicionado digital de duas zonas (saídas para o banco traseiro), câmeras com visão 360 graus, piloto automático, seis airbags, assistente de partida e controles de tração e estabilidade.

Muita coisa, não é mesmo?

E dentro do capô do Tiggo 7?

Toda SUV precisa de um motor potente e não é diferente com o Tiggo 7, que usará o 1.5 Turbo Flex que o Tiggo 5x usa. O motor alcança 147 cavalos de potência quando alimentado por gasolina e 150 quando se usa etanol: as duas versões vão a 5.500 rpm.

Para navegar pelas marchas do motor, o carro virá com câmbio automatizado de seis marchas com dupla embreagem.

Em termos de consumo de combustível, o veículo se destaca para uma SUV: consome de 6,6 quilômetros por litro de etano na cidade e 9,7 quilômetros por litro de gasolina na cidade. Na estrada, os números sobrem para 7,6 quilômetros por litro de etanol e 10,9 quilômetros por litro de gasolina.

O Tiggo 7 não é o único lançamento de SUVs da Chery no Brasil em 2019. A empresa ainda deverá lançar o Tiggo 8 por aqui até o fim do ano. O Tiggo 8 se destaca por ter sete lugares dentro do carro e vir com um motor novo: o 1.6 turbo, com cerca de 197 cavalos de potência, usado em SUVs do segmento premium.

E aí, o que achou do Tiggo 7? Deixe um comentário abaixo!

Compartilhe

DEIXE O SEU COMENTÁRIO